terça-feira, 30 de junho de 2015

Poesia: Bailarina

Slide2
Ela baila…
Com sutileza…
E emana
Sua beleza.
Meia volta no salão
E em sua mente uma vastidão
De cores numa aquarela de alegria
Que sua dança irradia.
Dance!
Minha querida bailarina,
E que teu sublime ato de dançar
Revele teu éter.
Encante!
E com teu encanto siga teu caminho.
Sublime!
É o teu destino
Que cruzaste com o meu
E nunca mais se separará…
Minha bailarina…
Minha amiga.
                                                      Luan Mordegane
Loja: Rua Barão de Duprat, 250 (Galeria 13) – Santo Amaro – São Paulo
Fone: (11) 3530-3024

Nenhum comentário:

Postar um comentário