quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Utilização da barra, pode ajudar como pode atrapalhar.

Resultado de imagem para ballet barre

Ela se aposentou como diretora do Pacific Northwest Ballet, mas quando adolescente, Maria Chapman lutou para ganhar o controle de sua flexibilidade. "Eu estava muito bem na barra", diz ela, "eu confiava demais, e focava exclusivamente no que faziam minhas pernas ." Sem o apoio da barra se tornou um tormento. "Isso foi até que eu descobri como usar minhas costas , abdômen e o quadril,  percebendo que era capaz de ser bem sucedida quando  centralizava o corpo".

Se você trabalha bem na barra, mas não centraliza o corpo, as chances são de que há uma falha na sua técnica. E pode ser difícil descobrir exatamente o que aconteceu. Veja como identificar e corrigir seus movimentos na barra,  para que você se fortaleza ao longo de toda a classe.

Inclinado na barra
A barra é como um parceiro: está lá para você quando você precisar. Mas muitos dançarinos abusam de seu apoio e se tornam dependentes. "Você vê este problema mesmo com profissionais", diz Cynthia Lucas, diretora artística do Marin Ballet em San Rafael, CA. "Eles são muito mais fortes na barra do que sem ela, e geralmente é porque eles estão confiando mais na barra do que nele mesmos."

Para descobrir se este é o seu problema, primeiro verifique a posição da mão. "Seu polegar não deve estar embaixo, mas no topo", diz Lucas. "Seus dedos não devem estar encaixados ao redor  da barra como uma garra." Evite apertar - segurando forte na barra faz suas articulações ficarem brancas. Em vez disso, toque a barra com as almofadas de seus dedos, como se você estivesse tocando piano. Teste seu equilíbrio de vez em quando levantando sua mão fora da barra.

Se você está tendo problemas de deixar a barra, tenha um tempo após a aula para trabalhar seu core (equilibrar o centro do corpo), isso ajudará a estabilizar todo o seu corpo. A dependência da barra pode realmente enfraquecer os músculos do seu core. Franco De Vita, diretor da escola Jacqueline Kennedy Onassis no American Ballet Theatre, diz "Pilates e classes Gyrotonic (um sistema de exercícios que tem como fundamento exercitar a musculatura e promover o aumento da mobilidade articular através de um aparelho especial o GYROTONIC® PULLEY TOWER). podem ser uteis.

Constantemente incorreto
É difícil mover-se de forma equilibrada e coordenada no core, se o seu corpo não está devidamente alinhado - uma falha que a barra pode camuflar. "Mesmo que a barra esteja lá, você tem que ser capaz de se levantar como se estivesse com o corpo centralizado", diz Lucas.

Chapman sugere usar o espelho e filmar,  assim você pode se certificar de que seus ombros estão sobre seus quadris e sua coluna está reta enquanto você está trabalhando na barra "Minha costas mudavam de direção", diz ela. "Quando percebi isso, aprendi a controlar meu corpo." E certifique-se de que você não está apoiando com muita força na barra, o que pode desviar seu alinhamento. Para promover a posição adequada dos braços e dos ombros, "a distância é de uma pessoa entre você e a barra," Lucas diz.

Forçando para fora
Você pode ser capaz de segurar uma quinta posição perfeitamente forçando com o apoio da barra. Mas você definitivamente não será capaz de mantê-lo no centro - e isso pode levar a todos os tipos de problemas.

Em vez de fazer 180 graus, concentre-se em trabalhar com sua rotação natural desde o início da aula. - Noventa graus são suficientes - diz De Vita. "Você não tem que força-lo." Certifique-se que seu dedos mindinho estejam no chão e seus arcos não caim para a frente. "Se você está sentindo pressão em seus tornozelos ou joelhos, isso é um sinal de que algo está errado", diz Chapman.

Se você está acostumado a fazer força na barra e está tendo dificuldade em encontrar sua posição natural, Lucas sugere pensar no oposto. "É assim que você mantém a verdadeira rotação - sentindo a resistência entre a direita e a esquerda, para cima e para baixo, desde a parte superior dos quadris até os pés", diz ela. "Impulsione para o chão, gire, encaixe suas costas, centralize e conduza ."

Fonte: www.dancespirit.com

Instagram: moda_ballet
Whatsapp ou Telegram: (11) 9.4555.8441
Tel.: (11) 3530.3024
Loja física: Rua Paulo Eiró, 156 – Centro de Ofertas – Santo Amaro – São Paulo



Nenhum comentário:

Postar um comentário