sexta-feira, 28 de abril de 2017

Como fazer correções, corretamente.



Oi Gente!

Na aula  pode ter um turbilhão de informações,  seu professor passar várias correções de uma só vez - muitas vezes no meio de uma combinação movimentos - que é  muito mais do que você desejaria para aplicá-las, mas nem sempre elas ficam na memória. Embora algumas vezes você já tivesse feito, acaba ficando sobrecarregado tentando corrigir todos eles para incorporar corretamente qualquer um deles.

Feedback,  é uma parte necessária do ofício de um dançarino, proporcionando a orientação para desenvolver técnica e parte artística. Mas a aplicação de novas informações nem sempre é fácil. Você pode se sentir bombardeado com muitos detalhes ao mesmo tempo, ou inseguro sobre uma crítica. Aprender a implementar correções é uma arte em si.

Seja receptivo ao feedback e mostre-o
Dançarinos espertos sabem que o feedback é um presente, então mostre que você está ansioso para recebê-lo. Certifique-se de sua linguagem corporal e atitude refletem uma vontade de aprender. "Tenha uma expressão agradável e pareça realmente envolvida", diz Deborah Wingert, que ensina no Manhattan Youth Ballet e no Ailey Extension. Uma vez que você recebeu uma observação, tente fazer a mudança imediatamente, ou ir para a parte reservada do estúdio e praticar por conta própria. Mostre que você pelo menos compreende o conceito, mesmo se você não pode aplicá-lo imediatamente. (Se você tem uma lesão que o impede de fazer alguma coisa, comunique isso ao professor antes da aula.) Os dançarinos que resistem a novas informações podem desencorajar os professores de querer ajudá-los

Lembre-se de que os professores normalmente dão atenção quando vêem o potencial. "Não é que eles estejam escolhendo você", diz Ashley Tuttle, ex-diretora do American Ballet Theatre, que ensina ballet no Barnard College, no Mark Morris Dance Center e em outras escolas. "Tenha pensamento positivo, e acalme a sua voz interior, que talvez pode impedi-lo de receber informações e incorporá-las."

Se você não está recebendo qualquer feedback, lembre-se que você pode se beneficiar das correções de outros dançarinos também. "Você não tem que esperar por um convite especial", diz Wingert.

Se você não entender o que foi dito, peça esclarecimento.
Não há problema em fazer perguntas se você não entendeu uma correção. "Aguarde a pausa, ou vá até o professor depois da aula", sugere Laurie De Vito, professora contemporânea de Simonson no Peridance de Nova York, Mark Morris Dance Center e Gibney Dance. "Peça uma alternativa e converse sobre isso." Você também pode conversar com um dançarino que você respeita ou alguém em sua classe que recebe correções semelhantes. Se você não expressar sua confusão, os professores podem pensar que você não está ouvindo - ou que você não se importa.

Faça suas correções na barra
Você vai precisar ter mais foco para a correção. Visualize-o em sua mente e, se possível, implemente-o enquanto olha no espelho. "Então tire seu cérebro disso e deixe seu corpo encontrar a posição", diz De Vito. "Se um ajuste físico vai ajudá-lo a entender, pergunte ao seu professor para mover seu corpo na forma correta." Anexar um movimento à música também pode ajudá-lo a solidificar o sentimento correto.

Algumas correções levam tempo para manifestar-se fisicamente. "É um compromisso", diz Tuttle. "Seu cérebro compreende, mas seu corpo segue o melhor da sua habilidade. Para alguns pode levar mais tempo." Se você não está virando mais do que é solicitado, por exemplo, não fique frustrado porque você não pode fazê-lo imediatamente. Trabalhe em acoplar os músculos apropriados, mantendo seus saltos e sustentando sua rotação máxima. "Lembre-se que a dança não é sobre ser capaz de fazer  movimentos perfeitos, mas ser capaz de mover dentro e fora das melhores posições que você pode fazer", diz Tuttle. "Não se abata sobre si mesmo ou force seu corpo, isso pode causar lesões."

"Os verdadeiros artistas têm paciência", diz Wingert. "Você faz o seu melhor até que ele clica.

Fonte: http://www.dancemagazine.com

Instagram: moda_ballet
Whatsapp ou Telegram: (11) 9.4555.8441
Tel.: (11) 3530.3024
Loja física: Rua Paulo Eiró, 156 – Centro de Ofertas – Santo Amaro – São Paulo


Nenhum comentário:

Postar um comentário