sexta-feira, 3 de março de 2017

Por que não dançar ballet na terceira idade?


Imagem relacionada


A Academia Real de Dança lançou Dance For Lifelong Wellbeing, aulas de ballet para adultos mais velhos que nunca tem  oportunidade de dançar. Quando foi lançado, houve uma grane procura , então eles resolveram lançar classes em todo o país.

Os últimos resultados mostram um aumento de 70% em  "cisnes de prata" ( mulheres com + 50 anos) se inscreveram, e  um de seus dançarino mais velho tem 102.

Uma história semelhante também no Regenerate, um grupo dirigido pelo Ballet Escocês, que tem aulas para os que tem mais de 50 anos,  que estão cheios de energia para extravasar, e eles tiveram que até fechar a lista de espera.

Filmes como Black Swan (com Natalie Portman) e o programa de TV Strictly Come Dancing, estão ajudando a aumentar o interesse pela dança.

Os benefícios da dança para a saúde, especialmente o balé são comprovados, mas é só agora que há uma infinidade de classes, em  que as mulheres mais velhas estão acordando para a ideia de colocar um collant e executar en pointe (na ponta dos pés).
Anne Hogan, diretora de educação da Royal Academy of Dance, diz: "Pessoas com 50 anos de idade estão procurando um tipo de exercício que se adapte ao seu corpo. Exercícios de alto impacto como correr não vão ser benéficos para a maioria nesse grupo etário. Ballet ajuda a refinar o equilíbrio, flexibilidade e força do core (glúteo, abdômen e lombar).

"São essenciais para manter a saúde de qualquer pessoa, mas são especialmente importantes nessa idade.O ballet também é social, oferece a oportunidade de usar a música e é tecnicamente desafiador".

Sonya Pettigrew, diretor da Brighton Ballet School, diz: "Tem um pouco de terapia, um pouco de  exercício e muita diversão."

Para Jules, também não basta dizer que o balé mudou sua vida. Depois de completar 50 anos, ela enfrentou uma casa vazia enquanto suas filhas, Katie, agora com 30 anos, e Rosie, 26, matriculadas na universidade, e seu marido, Paul, de 64 anos, passavaa meses trabalhando no exterior como executivos de segurança de uma companhia petrolífera. Ela ficou introspectiva, saindo cada vez menos, e abandonando seu trabalho como babá e enfermeira de uma creche. "Eu tive enormes problemas de confiança e fui diagnosticado com fobia social", diz Jules."A fobia se arrastou durante alguns anos, mas chegou ao ponto onde eu não queria ver meus amigos ou então eu encontrava fora de um restaurante, pois eu não andava por conta própria.

Preocupada com sua mãe, Rosie acompanhou-a a uma aula de balé para tentar incentivar um novo interesse. Algo clicou e Jules floresceu."Eu sabia que ninguém ia correr atrás de mim ou me bater, como poderia acontecer no ginásio. Todos nós fazíamos os mesmos movimentos juntos, lentamente.
"Eu me senti segura, e eu precisava disso antes que eu pudesse começar a construir amizades."
Ela  faz aulas  quatro vezes por semana com dez dançarinos adultos. Agora ela até transformou sua garagem em um estúdio com uma parede espelhada e com uma barra para praticar. "Tornou-se uma paixão", diz ela. - Gosto da disciplina. Há uma verdadeira amizade no vestiário e saímos para as apresentações de balé e também para o café de manhã juntos. Bem como o bem-estar social, ballet teve um impacto notável sobre ela fisicamente. Anos de má postura produziram um disco abaulado nas costas de Jules e contribuíram para a escoliose (curvatura da coluna vertebral). Hoje esses efeitos foram minimizados.


O National Ballet Inglês começou sessões de dança concebido para aqueles com demência e Parkinson e muitas casas de cuidados organizam a 'poltrona ballet' classes com professores de dança convidado para aqueles menos capazes.

A dança também acalma e retarda o sistema imunológico, retardando a deterioração e o envelhecimento,  a pesquisa mostra que  pode reduzir até 17% o risco em pessoas com mais  65 anos.
"A artrite responde a movimentos suaves e o balé envolve muitos plies e joelhos", diz Daphne. "Estar na ponta dos pés é útil, e também, trabalha as coxas, músculos e glúteos."

fonte: http://www.dailymail.co.uk

Instagram: moda_ballet
Whatsapp ou Telegram: (11) 9.4555.8441
Tel.: (11) 3530.3024

Loja física: Rua Paulo Eiró, 156 – Centro de Ofertas – Santo Amaro – São Paulo



Nenhum comentário:

Postar um comentário