quinta-feira, 19 de maio de 2016

Preparação das sapatilhas....

Oi Gente!

Nossa... como é o mundo do ballet sempre tem assunto e principalmente rende fotos interessantes. No post de hoje e sobre a bailarina e fotografa russa Darian Volkova. Segue....

                               

Sobre Eterno ...
Nossa vida mudou, agora vivemos no mundo moderno com um grande número de mecanismos e gadgets. Até mesmo o mundo do balé se tornou um pouco digital, equipamento especial, complexo conjunto mecânico, mas a única coisa que nunca mudou, é a preparação das sapatilhas de ponta. Se você, um leitor cortês, não sabe o suficientemente sobre as sapatilhas de ponta,  são os sapatos especiais de balé. Se você estiver interessado em encontrar mais informações sobre elas, a Gaynor Minden é líder na produção de sapatilhas de ponta, além disso no site deles você pode ver dentro de uma sapatilha de ballet.  Eu uma informação muito interessante. Além da Gaynor Minden existem Grishko, Sansha, Bloco, entre outros.
As minhas primeiras sapatilhas de ponta eram "RusBal" - No ballet russo eu costumava comprar era Grishko,  agora eu compro sapatilhas americanas porque elas são mais práticas, a Gaynors tem uma caixa de plástico, e a  Grishko é gesso. Como você deve saber que é impossível para lavar gesso.
E compro as sapatilhas mais difíceis (bloco verde). Há também amarelo e rosa. A suavidade depende da cor.

O mecanismo de preparação é a mesma para cada bailarino, mas todo mundo tem seus próprios segredos e eu vou compartilhar o meu.
Primeiro eu chamusco as pontas da fita para não desfiar, em seguida, eu costuro a fita firmemente na sapatilha.

                                    point-5

Eu costuro os elásticos perto do calcanhar, a mesma coisa eu faço com a outra sapatilha. Antes de prosseguir, eu vejo os cantos de sapatilhas  para manter o pé dentro do sapatilha, desta forma posso evito que o meu pé se machuque prematuramente e sofra danos.

                                     point-9

Muitos bailarinos cortam o calcanhar dos sapatos, mas eu não.
Anteriormente os dançarinos esfregam as sapatilhas,  para não escorregar ou raspam a sujeira com a faca,  porque na lavagem é a morte para os sapatilhas de ballet ou até mesmo bater gesso com martelo.
Quanto a mim, eu corto na preparação as sapatilhas de ponta, mas ainda este processo é extremamente importante para mim. É algo muito particular para bailarinos. É mais do que apenas costurar fitas ou outra coisa. É como adaptação ao seu novo parceiro.
Como pianistas se preocupam com suas mãos tão cuidadosamente, os  violinistas resinam um arco, e as bailarinas preparam suas sapatilhas de ponta.

Muitos bailarinos cortam o calcanhar dos sapatilha, mas eu não.
Antes os dançarinos esfregam  para não escorregar ou raspar a sujeira com a faca porque a lavagem é a morte para as sapatilhas de ballet ou até mesmo bater gesso duro com martelo.
Quanto a mim, eu corto na preparação de sapatilhas de ponta, mas ainda este processo é extremamente importante para mim. É algo muito particular para bailarinos. É mais do que apenas costurar fitas ou outra coisa. É como adaptação ao seu novo parceiro.
Como pianistas se preocupam com suas mãos tão cuidadosamente, os violinistas resinam um arco e as bailarinas preparam suas sapatilhas de ponta.

                              point-13

Vale a pena visitar o site: http://darianvolkova.com


Instagram: moda_ballet
Whatsapp ou Telegram: (11) 9.4555.8441
Tel.: (11) 3530.3024
Loja física: Rua Paulo Eiró, 156 – Centro de Ofertas – Santo Amaro – São Paulo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário