quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

As 10 Mentiras que as pessoas contam sobre o ballet.


                       



Oi Gente!

Muitas pessoas perdem o interesse na arte do Ballet por mentiras que as pessoas contam. Então, hoje resolvi deixar bem claro que estas coisas são mentira, e que se sua cisma pelo ballet era qualquer uma dessas coisas, você agora está livre para amar essa maravilhosa dança.


1. É coisa de criança
É claro que quando se é criança é mais fácil  fazer  ballet ou qualquer outra atividade. Mas isso não significa que você não possa praticar a dança, mesmo sendo um adolescente ou até adulto. Muitas escolas estão aderindo às aulas de ballet adulto iniciante, assim muitas pessoas estão começando tardiamente no mundo da dança, enquanto outras que já fizeram ballet na infância estão retornando. Tudo isso sem qualquer problema.

2. Tudo é rosa demais
Hoje em dia muitas peças de roupas de ballet estão sendo feitas em vários tons diferentes, de muitas marcas. Até as sapatilhas de ponta e meia ponta já são fabricadas em todas as cores que você imaginar. Se seu problema  é com a cor rosa, pode ficar tranquilo(a), você não será obrigado(a) a usá-la.

3. A música e os movimentos são muito chatos
Depende do ponto de vista. Quem ama ballet não acha chato, pelo contrário não pode ficar sem. Então, se acha que qualquer aspecto do ballet é chato, pare e pense: "Por que eu acho isso?" Pode ser que você tenha apenas colocado um rótulo sem nem mesmo saber nada sobre o assunto. Experimente antes de achar qualquer coisa chata.

                            

4. É coisa de menina
É mentira que todo bailarino deixa de ser homem assim que começa a dançar. Muitas pessoas infelizmente ainda tem esse preconceito desnecessário com o ballet, mas é comprovado ser mentira por casos de bailarinos que são até mesmo casados.

5. É muito caro
Infelizmente o ballet ainda é uma arte um pouco cara na maioria das regiões pelo Brasil, mas hoje em dia já existem muitas ONGs e projetos sociais que dão mais acesso às pessoas de poucas posses. Além disso, muitas escolas anualmente abrem audições para selecionar bolsistas dando muitas oportunidades.

6. É muito repetitivo
Realmente repetimos muitas vezes os passos durante as aulas, mas nada é igual o tempo inteiro. As sequências, músicas e estruturas são diferentes a cada aula. Aos olhos de quem não entende pode parecer igual, mas acredite, é diferente.

7. Se não sou alongado(a), não posso fazer ballet
Ninguém já chega alongado no ballet. Todo mundo adquire isso com o tempo. Se você não é alongado, não se preocupe, isso vem aos poucos.

8. Tenho que ser super magro(a)
Esse é um estereótipo passado. Hoje em dia muitos bailarinos e bailarinas não possuem mais o "corpo idealizado para a dança". Bailarinos e bailarinas que são mais fortinhos conseguem realizar os passos igualmente, sem que impeça na execução dos movimentos. Cuidar do corpo é muito importante quando se dança, mas não é uma regra ser magro(a).

9. Bailarinos(as) estão sempre nas pontas dos pés
Não mesmo! Os meninos não usam pontas no ballet, o  contemporâneo também não usa pontas, dança caráter não usa pontas, iniciantes não usam pontas. Além disso, durante qualquer coreografia ficamos em vários momentos com os pés inteiros no chão, mesmo que estejamos usando pontas.

10. Ballet não dá futuro
Depende da sua idealização da palavra "futuro". O que você gostaria de fazer? Ser bailarino(a) profissional? Trabalhar para CIAs? Ser professor(a)? ter uma academia própria? Tudo isso é possível sim, e eu encaro como um futuro profissional como qualquer outro.

O problema das pessoas é que elas desvalorizam a arte, não acredite nisso.

Mudamos, novo endereço da loja física: Rua Paulo Eiró, 156 – Centro de Ofertas – Santo Amaro – São Paulo
Instagram: moda_ballet
Whatsapp: (11) 9.4555.8441
Fone: (11) 3530-3024

Nenhum comentário:

Postar um comentário