terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Ballet: Uma religião, uma filosofia de vida


                      


Oi Gente... inspiração.....

Porque o ballet não é apenas a arte que transcende, enche os olhos, transporta o corpo além do corpo.


A sensação, única, plena quase mágica: é a bailarina e sua dança por um fio, quase um mistério oculto atrás do véu das notas musicais. Um prazer que não fica exclusivo aos bailarinos que respiram e vivem da dança, tão perto do céu. 


Mas um voo livre também possível aos apreciadores. Uma paixão que nasce, cresce e enraizada contagia, inspira seguidores fiéis dentro das salas de aula. Seja para sonhar, para estar no palco ainda que amador, ou simplesmente trabalhar o corpo.


E o ballet soa como fosse uma religião. O cultuar de sentimentos que nem sempre podem ser traduzidos em palavras,“...será que é comédia, será que é divina.... e se os pagantes exigirem bis... e se o arcanjo passar o chapéu... e se eu pudesse entrar na sua vida...” Uma necessidade. E toda a aula, uma experiência intensa. E encontrar no âmago de si, um lugar para ser feliz. Como fosse possível preencher os vazios que se carrega por dentro, como fosse possível aliviar o peso que se carrega nas costas. Praticar ballet é permitir-se. É a transformação do corpo, dos gestos, do caminhar. Trejeitos que incorporados redefinem uma forma de ser e de se expressar, de apresentar-se ao mundo lá fora.


Uma filosofia de vida. Um novo olhar sobre o que já parecia sépia. Novas cores sobre o que já quase nem se via. Postura ereta e projetada para frente, pescoço alongado, ombros baixos, leves livres, entregues...

E dizer-se praticante de ballet, e comemorar o dia 1o de Setembro (dia do bailarino) e ser por um dia bailarino de verdade, ou pelo menos desejar ser, é motivo de orgulho, de admiração, como fossem essas pessoas bailarinas, capazes de compreender a linguagem da alma, como fossem essas pessoas bailarinas, aladas, “... será que é de louça... será que é de éter... será que é loucura...” Pessoas que possivelmente moram em arranha-céus, capazes, portanto, de ir ao sétimo céu, porque o sempre, é sempre por um triz, e a vida apenas a certeza do incerto, e o passo é a letra da canção, e o ritmo é o caminho que se escolhe para trilhar. Ballet é arte, é religião, é filosofia de vida... ”

Mudamos, novo endereço da loja física: Rua Paulo Eiró, 156 – Centro de Ofertas – Santo Amaro – São Paulo
Instagram: moda_ballet
Whatsapp: (11) 9.4555.8441
Fone: (11) 3530-3024

Nenhum comentário:

Postar um comentário